22.7 C
Guarapari
sábado, dezembro 2, 2023

Marcos Uchoa, um camisa 10 em busca de novos gols

Depois de mais de três décadas na emissora, cobrindo olimpíadas, copas, guerras e paz, jornalista decide seguir novos caminhos de transformação social

Trinta de abril de 1989. Estádio Moça Bonita. Zona Oeste do Rio. Em campo, Bangu e Flamengo. Falta para o Flamengo. Zico na bola. Mas o juiz Pedro Carlos Bregalda não consegue autorizar a cobrança, tal a confusão entre os jogadores. Atrás do gol, o repórter Marcos Uchoa aproveita a demora para ler mais três páginas do último livro de Ítalo Calvino.

Esse é Uchoa.

Sempre carregando um livro.

Ou melhor.

São os livros que sempre carregaram Uchoa.

Os caminhos são infinitos. Criar uma ONG, escrever livros, dar palestras, cursos, ajudar empresas na transformação da sociedade num lugar sempre mais justo, etc. O etcetera faz parte da vida dele, que sempre quis mais, sempre foi além.

Uchoa pode até entregar o crachá, porém seguirá sendo inspiração profissional para os novos e antigos colegas.

Galvão?

– Marcos Uchoa é amigo e parceiro. É um repórter que ultrapassou todos os limites. Um dos mais inteligentes e mais cultos que conheci. Desenvolvemos uma confiança mútua a cada trabalho que fazia. Vou sentir saudades das nossas dobradinhas comentando as cerimônias de abertura e encerramento das olimpíadas. Mas continuaremos trocando ideias, sobre jornalismo e sobre a vida – disse o narrador.

Revisitando a própria carreira, Uchoa garante que teve muita sorte, pois trabalhou ao lado dos melhores profissionais. Um deles, o repórter cinematográfico Sérgio Gilz. A dupla cobriu conflitos, tragédias, conferências e renascimentos políticos ao redor do mundo.

– Marquinho é meu maior e mais completo parceiro. Nossas histórias nasceram de conversas com pessoas na vida, seja o taxista que nos pegou no aeroporto ou o funcionário do hotel. No esporte, não existe um atleta que não tenha carinho e admiração pelo Uchoa. Um profissional completo e, principalmente, com zero vaidade – garante Gilz.

A despedida do mestre da reportagem será na segunda-feira, 22h, no programa Bem, Amigos, do Sportv, ao lado do velho amigo Galvão.

PUBLICIDADE 1

PUBLICIDADE 2

PUBLICIDADE 3